Descadastro: 5 motivos comuns de perda de contatos

 Descadastro: 5 motivos comuns de perda de contatos

O ano ainda está no início. Gavetas e armários precisam ficar atentos. Por quê? Porque é justamente nessa época que acontecem as ‘limpas’. As pessoas se sentem compelidas a arrumar, a se livrar do que não fará falta. E elas fazem o mesmo com seus e-mails. Existem aplicativos, chamados “unsubscribers”, como o Unroll.Me, desenvolvidos especialmente para isso: cancelar newsletters indesejadas.
Isso é o pesadelo de quem trabalha com e-mail marketing! Se você não quer perder pessoas na sua base, considere o conselho da guru da organização Marie Kondo: “descarte qualquer coisa que não desperte alegria.”
pexels-photo
Agora, tendo essa frase em mente, pergunte a si mesmo: “Se meus clientes abrissem meus e-mails mais recentes, eles sentiriam alegria?” Eles não sentiriam vontade de deletar ou – Deus me livre – descadastrarem-ser rapidinho?
Aqui vão cinco razões porque as pessoas podem querer fazer opt-out da sua base.

  1. Seu e-mail parece datado

Quando foi a última vez que você deu a seus e-mails um novo visual? Se a resposta for “antes da virada da década”, é hora de uma reformulação. Os clientes não vão te levar a sério – e certamente não vão se sentir confiantes dando-lhe suas informações de cartão de crédito – se os seus e-mails parecem que ninguém estava olhando para eles e lhes dando a devida importância, uma vez que estávamos todos tentando descobrir os muitos mistérios de Lost.
apple-mac-nyon-theme-retro

  1. Seus e-mails não são mobile first ou responsivos

Falando na virada da década, você sabia, que por volta de 2010, apenas 13% dos e-mails eram abertos um dispositivo móvel? Hoje, 66% (!) de todos os e-mails nos EUA são abertos ou lidos em um smartphone ou tablet.
Já passou da hora de que se certificar de que seus assinantes podem facilmente ler seus e-mails em seus dispositivos favoritos, quer se tratem de iPhone, Android ou tablet. Você não pode ir longe com e-mails destinados exclusivamente a desktops. Mas esse assunto já é muito 2015 😛

  1. Você manda e-mails demais

Sabe aquela tia que envia .ppts e vídeos de autoajuda todos os dias, várias vezes ao dia? Não seja como ela.
Se um cliente não compra nada de você há algum tempo, reveja a quantidade de e-mails que você envia para ele ou suprima o seu endereço até que você possa descobrir o que vai fazê-los querer clicar novamente.
people-vintage-photo-memories

  1. Tudo em promoção. Sempre!

Quando tudo tem destaque, nada tem destaque. Essa frase define bem este tópico para empresas que só anunciam ofertas. “Só hoje, apenas hoje” às vezes é todos os dias. Usar o canal e-mail apenas para promoções, acaba interferindo na credibilidade da marca junto à base de clientes.

  1. Eles sempre parecem a mesma coisa

Como em qualquer relacionamento, é preciso renovação. Se todos os e-mails que você envia parecem iguais, eles vão cair na rotina (ou no spam). Tente desenvolver ao menos três ou quatro templates de design que você possa intercalar para manter a audiência interessada.
Ponha-se no lugar do cliente, pense como ele e faça uma análise das suas atuais campanhas e réguas de relacionamento por e-mail. Você iria querer continuar na sua base?

douglasgarcia96

Deixe uma resposta

Se inscreva para receber nossas novidades.
%d blogueiros gostam disto: