E-mail marketing: 5 exemplos para aumentar a conversão

 E-mail marketing: 5 exemplos para aumentar a conversão

O e-mail marketing ainda é a ferramenta mais barata e eficaz no sentido de ser impulsionadora de vendas e na aplicabilidade de estratégias de lifecycle marketing. Também sabemos que o e-mail marketing tem vida longa, ao contrário do que muitos acreditam. Para que as campanhas performem bem, a peça de e-mail precisa ter alguns elementos básicos bem resolvidos. E para que eles sejam bem resolvidos, é preciso testar.
Para isso, o time de especialistas da Pmweb tem um consenso de que os cinco itens abaixo são fundamentais para aumentar a conversão das campanhas de e-mail marketing. Além disso, a mesma peça pode apresentar variáveis no intuito de realizar teste A/B. Isso é muito saudável porque ajuda a identificar tendências de comportamento de público e enriquece a comunicação. 

1. Subject – assunto do e-mail

Assunto de e-mail marketing é uma ciência com muitas variáveis. Já se sabe que 64% das pessoas abrem os e-mails por causa do assunto, conforme estudo da Unbounce. Já outra pesquisa, dessa vez da Phrasee, comprovou a performance de vendas dos e-mails que possuem determinados termos no assunto.
Além disso, a nossa experiência no assunto (alerta de trocadilho!) mostra que algumas expressões acabam tornando o subject mais atrativo, como, por exemplo:
A) Com preço: a presença do valor de algumas peças já assunto do e-mail costuma atrair cliques.
B) Com desconto em %: outra técnica para aumentar taxas de abertura.
C) Chamada criativa: “Abre, vai” // “Hey you!!” // [$Nome$] // [DESCONTO] // caracteres especiais. Simpatia vende.

2. Botões CTA – Call to Action

Uma das boas práticas na construção de peças de e-mail marketing é a necessidade de um call to action nos primeiros 300 pixels. Além disso, o call to action precisa ser claro e, como o nome já diz, chamar o usuário a fazer uma ação. O que considerar ao desenvolver um CTA:
A) Cores: o CTA deve se destacar das demais cores da peça para chamar a atenção.
B) Textos: precisam ser claros e curtos para uma decisão rápida.
C) Formatos: não dá para viajar muito, mas é possível inovar. A única exigência é que o CTA pareça uma chamada à ação, como um botão ou uma frase que estimule o clique.
A Econsultancy desenvolveu um texto com exemplos de calls to action interessantes que vale uma espiada.

dinda-CTA
Exemplo de click-to-action da Dinda. Botão “clica clica” inerente à identidade da marca e estimulando muito obviamente ao clique.

3. Cupons de Desconto / Bônus

Quem não ama pagar menos na hora da compra? Brasileiro adora uma oferta. Ofereça cupons de desconto sempre que possível. Há algumas formas de fazer. As principais são:
A) Valor em R$: acima de tantos reais, ganha-se algum valor de desconto. Isso facilita o cálculo e a percepção de vantagem.
B) Percentual: é o jeito mais comum de oferecer desconto e funciona também.
C) Direto no carrinho: há pessoas que não gostam muito desse tipo de ação promocional porque é um processo a mais (voltar no e-mail, copiar o cupom, colar…), mas vale experimentar e testar.
e-mail-marketing-smiles

4. Horário e dias de envio

Uma das perguntas mais frequentes que recebemos é: qual o melhor dia e horário para enviar e-mail marketing? E a resposta frequente é: teste quantas vezes for necessário. O que é bom para um pode não ser para outro.
A) Testar horários manhã/tarde/noite.
B) Testar diferentes dias da semana.

5. Banner de reengajamento

Os banners de reengajamento, como o nome sugere, servem para dar mais opções de engajamento ao usuário. Normalmente possuem uma temática que foge à principal que está sendo apresentada pelo e-mail marketing. Quando, por exemplo, a peça toda trata de vestidos, o banner de reengajamento oferece calças ou acessórios que combinem.
Sugere-se experimentar variar esses blocos para verificar o interesse do público e cruzar os dados para ações futuras.
A) Conteúdo – ex: dicas de viagem // dicas de estilo. Quando se tem um blog, é muito interessante oferecer esse tipo de conteúdo.
B) Categoria off: link para a seção de outlet / ofertas do site, por exemplo.
C) Gênero oposto: se você está oferecendo apenas produtos masculinos, experimente colocar um banner com itens femininos.
Exemplo de banner de reengajamento ao final da peça da Bibi, oferecendo acessórios:
Bibi-banner-reengajamento
Algumas considerações importantes
– O passado importa: analise o histórico das suas campanhas que melhor performaram e tente encontrar pontos em comum entre elas
– Seu cliente importa: às vezes o que funciona para os compradores da marca x não vai funcionar para consumidores da marca y. Conheça profundamente a sua base de contatos
– O snippet é um aliado: faça dele uma extensão do assunto e torne sua comunicação mais atrativa.
 

douglasgarcia96

Deixe uma resposta

Se inscreva para receber nossas novidades.
%d blogueiros gostam disto: