O que influencia os viajantes de negócios e como adaptar o marketing do hotel

Com a crescente popularidade e disponibilidade dos sites de reviews, avaliações sobre hospedagem nunca estiveram tão evidentes. Assim, a opinião de outros viajantes influencia muito na decisão de compra de estadia em um hotel. A fim de construir estratégias de preços e posicionamento eficazes, os hoteleiros precisam considerar como os consumidores estão usando todo esse conteúdo gerado online.
viajante-de-negocio
Assim, Kelly A McGuire (PhD), diretora executiva de hospitalidade da e práticas globais de viagem da SAS, e Dr. Breffni Noone, professor associado da Universidade Penn State, realizaram um estudo aprofundado sobre os hábitos de reserva e influências dos viajantes de negócios nos EUA, que serve também para entender os brasileiros. Veja alguns tópicos apontados da pesquisa:

1 – Reviews são fundamentais

Os comentários sobre a hospedagem influenciam significativamente ambos os viajantes, tanto de negócios como de lazer. No entanto, no caso dos turistas de lazer, eles usarão um comentário negativo como uma razão para tirar o hotel da lista de opções. Já um viajante de negócios usará o review para avaliar como sua experiência poderá ser. Portanto, uma avaliação negativa não vai descartar automaticamente o seu hotel para viajantes de negócios, desde que você já tenha respondido e demonstrado consideração e preocupação em melhorar.

2 – Programas de fidelidade são importantes

Os participantes do estudo viajaram a negócios, pelo menos, seis vezes ao longo do ano. Portanto, os benefícios de um programa de fidelização superam suas necessidades por padrões de serviços excepcionais. Eles vão ficar em um hotel que é “bom o suficiente” ou “OK”, desde que eles ganhem pontos de fidelidade quando o fazem.

3 – Preço importa

Embora o preço ainda seja um fator para os viajantes de negócios, apenas um valor muito mais baixo é suficiente para levá-los a hospedarem-se em outras redes que não são suas favoritas ou que não ofereçam vantagens de fidelidade. Como não é o próprio dinheiro que eles estão gastando, pequenas variações de preço entre um hotel e outro não vão fazer com que um turista de negócios troque tão rapidamente quanto um de lazer faria.

Estratégias de marketing

Conhecer e entender os fatores que influenciam a maioria dos viajantes de negócios ajudarão a equipe de marketing do hotel a adaptar a sua estratégia para acomodar esses hóspedes, principalmente se eles forem maioria. Por exemplo, adiar reformas que poderiam influenciar opiniões on-line teria um efeito muito mais negativo nas reservas em um hotel de lazer do que em um hotel de negócios.
Em última análise, ter viajantes de negócios como os hóspedes frequentes em seu hotel altera os fatores que sua equipe de marketing precisa considerar a fim de competir eficazmente no mercado atual.

A) Incentive reviews e feedback

Alguns hotéis têm colocado links para o TripAdvisor em seus apps e têm incentivado feedbacks de hospedagem e pesquisas com os hóspedes para ajudar a melhorar seu desempenho. Como os comentários são cada vez mais decisivos no momento em que os viajantes de negócios estão escolhendo hotéis, é imprescindível incentivar novos reviews.

B) Introduza um programa de fidelidade

Se o hotel recebe um fluxo constante de viajantes de negócios, então é preciso iniciar um programa de fidelidade imediatamente. Aproveite os dados dos viajantes frequentes para definir como será o programa e os inscreva automaticamente. Uma vez inscritos, você não só vai ter mais dados para trabalhar, mas pode incentivar ações lucrativas com pontos de fidelidade, como escrever comentários ou check-ins em mídias sociais.

C) Proporcione o melhor negócio para viajantes de negócios

Ainda é possível afastar os hóspedes business de suas marcas preferidas oferecendo-lhes um bom negócio. No entanto os viajantes mais experientes não vão ser influenciados por um simples “reserve agora para receber 10% de desconto”. O estudo de McGuire revela que eles só consideram o preço quando ele está muito abaixo do mercado.
Portanto, se você tem uma base de clientes leais, sinta-se livre para fornecer os preços de mercado sem medo de reduzir seus níveis de ocupação.

D) Descrição vale mais que emoção

Os viajantes de negócios buscam fatos e são menos propensos a serem influenciados por testemunhos emocionais.
Ao adicionar conteúdo ao site do hotel, apps ou mídias sociais que são especificamente voltadas para o público business, é melhor utilizar uma linguagem mais descritiva em vez de emocional. Vá direto ao ponto e não trabalhe com descrições fantasiosas de todas as facetas do hotel.

Fonte: Tnooz

douglasgarcia96

Deixe uma resposta

Se inscreva para receber nossas novidades.
%d blogueiros gostam disto: