Black Friday 2016 – Boas práticas de entregabilidade

 Black Friday 2016 – Boas práticas de entregabilidade

Como mencionamos anteriormente, durante os envios da Black Friday é muito comum utilizar estratégias de batch and blast, ou seja, envios não segmentados para uma grande base de contatos. No entanto, é preciso considerar as boas práticas de entregabilidade para não correr o risco de manchar a reputação da marca, caindo no spam. Nosso time preparou algumas dicas para garantir que os e-mails cheguem à caixa de entrada.

1. Fazer double opt-in de novos cadastros

As ações de Black Friday e Cyber Monday são ótimas para captação de novos endereços e incremento de base. No entanto, uma lista com muitos endereços inválidos pode prejudicar a entregabilidade das campanhas. Assim, sugere-se realizar o processo de double opt-in, para evitar a ocorrência de endereços inválidos, spam traps e blacklisting, garantindo a chegada das mensagens à caixa de entrada.

2. Enviar para os melhores contatos da lista primeiro

A qualidade da lista pode ser dividida entre alguns tipos de recências, dentre elas as aberturas e os cliques. Enviar para as bases mais qualificadas primeiro garante que, caso exista alguma restrição nas caixas de entrada, os endereços com maior probabilidade de interagir e comprar não estarão presos ou retornando bounces em detrimento de endereços antigos e inválidos. De uma forma geral, ajuda a abrir caminho nos filtros dos ISPs para aqueles endereços com menor engajamento.

3. Evitar reports spam e bounces

É necessário monitorar de perto as métricas geradas em cada campanha de Black Friday e Cyber Monday. Taxas de aberturas e cliques podem ter picos ou quedas dependendo da base segmentada. Mas as taxas de spam complaint não devem superar a taxa de 0,2%. Acima disso, o ISP pode entender a campanha como um ataque spammer e colocar parte das mensagens na caixa de spam. Em casos mais sérios, remetentes podem ser bloqueados em ISPs. Este bloqueio pode ser identificado na maioria das vezes por um pico nas taxas de soft bounces e na mensagem descrita de retorno.

4. HTML

Os filtros dos provedores verificam diversos itens para determinar se uma mensagem será classificada para a caixa de entrada ou spam. É uma boa prática que a mensagem possua sempre equilíbrio entre o peso de texto e imagens. Orienta-se que o peso de texto tenha entre 20KB e 90KB. Acima disto a mensagem poderá cair no spam ou truncar em alguns provedores como Gmail e Yahoo, cortando parte da oferta de Black Friday e Cyber Monday. Também é um ponto de atenção da URL onde se hospedará as imagens. Caso o domínio destas URLs ou qualquer link estejam listadas em alguma blacklist dentro do HTML, certamente a campanha será prejudicada no spam, podendo o remetente ser bloqueado.

douglasgarcia96

Deixe uma resposta

Se inscreva para receber nossas novidades.
%d blogueiros gostam disto: