Product Placement e Branded Content no cenário musical: você certamente já viu e ouviu!

04/10/17

Atualmente a grande concorrência tem levado as marcas a adotarem estratégias para o desenvolvimento e exploração de novos mercados. Para o seu fortalecimento fazem ações em parceria o tempo todo, com conteúdos que convergem em diferentes plataformas, com diferentes formatos, para diferentes públicos.

O cenário musical brasileiro está cheio de bons cases.  As parcerias entre artistas e marcas vêm aumentando e os formatos de product placement e branded content em clipes têm sido cada vez mais frequentes.

Nunca foi tão difícil capturar a atenção das pessoas. Diante da oferta quase infinita de informação, passamos a selecionar o que consumimos. A batalha das marcas não é mais apenas pela audiência, mas pela atenção exclusiva do usuário.

Com o avanço da tecnologia, artistas e público estão se comunicando diretamente, o que possibilita o estreitamento de um vínculo especial. Essa nova relação tem recebido grande incentivo com o advento das plataformas de streaming de música, que permitem que artistas independentes de todos os estilos musicais se lancem no mercado e encontrem novos caminhos. É nesse momento que as marcas entram em cena, com benefícios para todos os envolvidos no processo.

Recentemente, um grande sucesso foi a estratégia desenvolvida pela cantora Anitta, com ações de branded content e product placement em parceria com marcas como Cheetos, Samsung, Tang e C&A.

Em 2015 ela fez um acordo envolvendo product placement com a Mondelez no videoclipe da música “Deixa Ele Sofrer”. Mas não só isso: o acordo envolveu também a criação de conteúdos diferenciados como a publicação de cenas cortadas, reportagens exclusivas e extras na página da marca e da artista na internet e até recompensas aos consumidores com os figurinos utilizados na gravação.

Em 2017 já foram duas novas canções seguindo a mesma cartilha, em maio o lançamento do clipe Paradinha,  em parceria com as marcas Cheetos, da PepsiCo, e com a Samsung, que apareceram com ações no clipe, e também no momento anterior ao lançamento, com teasers e conteúdos exclusivos para os seguidores da cantora e das marcas. Em setembro, Anitta, com uma ativação offline, espalhou peças de xadrez por várias cidades do Brasil ao iniciar a divulgação de seu novo projeto: “Xeque-Mate”, apoiado pela C&A. Neste projeto, todas as roupas utilizadas pela cantora, incluindo acessórios, foram disponibilizadas para venda na rede de lojas. Além disso, a cantora fez o lançamento oficial de seu novo clipe em uma loja C&A e rodou o Brasil indo a cada loja de surpresa lançar o clipe e interagir com os fãs,  com cobertura ao vivo via redes sociais dela e também da marca.

 

O product placement e o branded content neste cenário são estratégias que inserem a marca dentro de um produto que será consumido inúmeras vezes, o vídeoclipe da música “Will I see you?” da Anitta, já passa de 23 milhões de views no Youtube, com 1 mês de lançamento.

Para o artista é possibilidade de realizar o projeto e engrandecer a entrega com inserções de marcas que agreguem valor e estejam dentro do contexto, sem colocá-las em primeiro lugar. Para as marcas é a possibilidade de entregar aos usuários conteúdos e experiências que acrescentem valor e estejam presentes em suas vidas, favorecendo, dessa forma, o relacionamento entre as duas pontas.

Fontes: http://exame.abril.com.br / http://meioemensagem.com.br