Millenials: por que devemos prestar atenção em suas preferências?

06/02/19

Os millenials, geração cada vez mais conhecida e que ainda gera “polêmica”, merecem bastante atenção quando são apontados indicativos de suas preferências e hábitos. Mas por quê?

A geração nascida no período que permeia a virada do milênio sofre influência direta da grande carga de tecnologia surgida nas últimas décadas, e eles são digamos assim os “pioneiros” nesta experiência, e isso merece um olhar atento.

Millenials passam tempo demais no celular, na internet, nas redes sociais? Sim. Millenials passam tempo de menos brincando na rua, conversando ao vivo com pessoas e interagindo com a família? Talvez.

Mas são eles também que estreitam o relacionamento cliente>marca, que pesquisam antes de comprar, que se baseiam em diversas avaliações antes de viajar para um destino ou reservar uma acomodação. É uma geração que se mostra cada vez mais preocupada com o meio ambiente, com as práticas de sustentabilidade das empresas que eles consomem, que preferem a reutilização ao desperdício e que se dispõe a pagar a mais por um produto se isso tudo fizer sentido para eles.

Os hábitos da também chamada geração Y precisam ser observados e levados em conta, pois eles serão os adultos de amanhã, já são os consumidores de hoje e serão cada vez mais.

Marcas alinhadas com as expectativas dessa geração tem se surpreendido positivamente com a resposta rápida e engajamento desse público. O boca a boca é uma das fontes de “consulta” mais utilizadas por eles, segundo aponta o relatório Consumer Travel Insights 2019, da SRT Global.

69% dos viajantes afirmam usar sites de avaliações on-line. O Tripadvisor foi um recurso de planejamento particularmente popular, usado por 40% dos entrevistados. No entanto, o boca a boca continua tendo a sua importância, já que 51% dos viajantes usam recomendações pessoais para planejar sua viagem.

O custo-benefício influenciou fortemente as decisões de acomodação. Essa descoberta foi especialmente pronunciada entre os viajantes da geração millennial, já que 77% escolheram a acomodação porque oferecia um bom custo-benefício.

41% dos viajantes utilizaram o Airbnb em algum momento, sendo que 92% dos entrevistados afirmam conhecer a plataforma. Tais resultados indicam que a consciência sobre o Airbnb é maior do que a de seu concorrente mais próximo, o Home Away, usado por 9% dos viajantes com 35% dos entrevistados cientes da existência da plataforma.

Entender seus hábitos e preferências é de grande importância para empresas e marcas que querem atingir este tipo de público.

 

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.