Especial Black Friday 2017 #We’reGonnaBreakTheInternet

30/10/17

A Black Friday já figura entre as três principais datas para o e-commerce brasileiro e este ano, dado o grande volume de informações à disposição do consumidor, a grande estratégia é focar no relacionamento de qualidade para garantir a venda.

O E-bit realizou uma pesquisa com 5.300 consumidores para entender o que eles esperam de uma das datas mais movimentadas para o comércio mundial.

De acordo com os dados levantados, 44%  dos entrevistados comparam na Black Friday de 2016. Do total 56% consultaram um comparador de preço ou uma loja virtual antes de comprar na data. Buscapé, Zoom, Bondfaro e Google foram alguns canais usados por esses consumidores na hora da pesquisa.

Americanas.com, Submarino e Walmart figuram entre as lojas preferidas pelos consumidores.

Quando perguntados se pretendem comprar pela internet na próxima Black Friday, 81% dos entrevistados dizem que sim. Reflexos do movimento “Black Fraude” de 2o13, os principais motivos pelo qual as pessoas dizem que não irão comprar na data é “Acredito que não haja descontos verdadeiros”.

Ainda assim, 13% daqueles que não pretendem comprar, mudariam de ideia caso encontrassem um desconto que valesse a pena. Outra justificativa para aqueles que não irão realizar compras é a instabilidade econômica, que foi citada por 9% das pessoas (em 2016 foram 7%).

Outro dado interessante é que quase 60% das pessoas que compram na Black Friday compram presentes para si mesmo.

Veja na sequência informações sobre a venda por categorias de produtos e também algumas dicas importantes para você não errar na estratégia e garantir o sucesso da data!

#We’reGonnaBreakTheInternet

Como trabalhar e-mail marketing na Black Friday

Black Friday é um momento em que os clientes estão esperando conteúdo promocional, por razões óbvias. Mas, ao mesmo tempo, todo o país está fazendo isso. Portanto é importante conseguir se destacar dos concorrentes, apresentando e-mails com conteúdo relevante e que leve em conta o perfil de compra e os interesses que o cliente já declarou.

Parece distante, mas é bom começar agora a ativação da Black Friday por meio de conteúdos secundários em campanhas de e-mail, como snippets e banners oferecendo ofertas exclusivas para quem clicar, por exemplo.

Do ponto de vista da entregabilidade, é fundamental enviar e-mails apenas para opt-ins e evitar contatos inexistentes. Os envios blast, ou seja, para a toda base, podem acontecer, desde que obedeçam a uma régua de relacionamento – começando pelos mais engajados, priorizando contatos com histórico de interação e tentando reativar os menos engajados.

Portanto, é preciso considerar todo o histórico do consumidor para garantir que, mesmo na Black Friday, todo o ciclo de vida dele faça sentido.

Big data is your data

Para que as campanhas de e-mail marketing sejam relevantes e falem com a pessoa certa, no momento certo e com a mensagem certa, dados são o combustível para isso. Durante o período promocional, ocorrerão muitos envios, portanto é necessário que a segmentação dos dados seja apurada e as integrações constantes e eficazes. Foco no data-driven marketing, ou marketing orientado a dados.

Nosso time de data services sugere que haja cargas históricas antes Black Friday para evitar sobrecarga na plataforma de envios de e-mail e suas integrações. Além disso, nesse momento o senso de tempo é importante, pois acontecerão novos cadastros, abandono de carrinho e outras ações inerentes ao período. Dessa forma, o time de tecnologia deve estar a postos para evitar intercorrências.

Como aumentar a base na Black Friday

Sugere-se a publicação de uma landing page algumas semanas/dias antes com contagem regressiva para a Black Friday. A intenção é que a página sirva como um pré-cadastro para as promoções, uma espécie de teaser com categorias de produtos que vão estar em liquidação para já se ter uma segmentação por interesse.

Para aumentar a base de contatos nesse período, apenas uma mudança na página de cadastro para as cores da Black Friday já faz uma diferença no aumento dos opt-ins.

Após o cadastro, é fundamental que os novos usuários sejam impactados com uma campanha de welcome, ou boas-vindas, o que pode, inclusive, prepará-lo para a compra com um clique.

A operação na sua mão

Compartilhe a meta da Black Friday com seus operadores logísticos, pois tão importante quanto vender é entregar os produtos e não frustrar os consumidores. Além disso, a comunicação deve estar alinhada com o call center, para que o time esteja preparado para auxiliar os clientes e evitar transtornos.

Marketing de conteúdo

Uma dica de marketing de conteúdo para a Black Friday é sair na frente com conteúdo informativo nas mídias sociais. Oferecer cupons de descontos extras são ótimas maneiras de engajar. Além disso, um exemplo prático, que tal trocar um benefício por um tweet?

E depois?

A Black Friday é uma ótima oportunidade para o início do relacionamento, um primeiro passo de uma grande jornada.

Aproveitar o opt-in e a primeira compra no período para manter o relacionamento ao longo do próximo ano com ofertas relacionadas com o que a pessoa comprou. Para que este não seja só um cliente de Black Friday, mas de todas as datas.


A Pmweb trabalha sempre buscando atender às melhores práticas do mercado, para que nossos clientes possam alcançar seus objetivos.

Neste ano, conte conosco mais uma vez para quebrar a internet e alcançar grandes resultados.

#We’reGonnaBreakTheInternet

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.