(Português do Brasil) Com jovens, Smiles quer ampliar público

 (Português do Brasil) Com jovens, Smiles quer ampliar público

Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

Desde que a Smiles deixou de ser um departamento dentro da Gol para ganhar autonomia, a participação do marketing tem sido importante. Primeiro, no sentido de resgatar clientes e mostrar que o programa ainda estava ativo. Atualmente, tem ido além, com o objetivo de mostrar as parcerias cada vez mais abrangentes e de atrair um público mais jovem que a média tradicional dos clientes, cuja faixa etária é acima de 35 anos.

Loraine Ricino, diretora de marketing da Smiles, conta que há algum tempo a empresa tem se aproximado de instituições de ensino superior como parte do projeto de falar mais com jovens e, a partir desses contatos, trazer produtos que sejam adequados a eles. Algumas das instituições com quem já travaram contato foram a Fecap, Fundação Dom Cabral e a ESPM. Com esta última tem uma parceria que envolve ajudar a subsidiar alunos que não tenham condições de pagar os cursos e, por outro lado, a empresa pode realizar algumas ações – participar de um curso de Marketing de Relacionamento, por exemplo. Com a Fundação Dom Cabral, apoia o projeto Raízes, por meio do programa Milhas do Bem, que também beneficia o Instituto Reação, do ex-judoca Flávio Canto, Rede Cruzada, Junior Achievement, a própria ESPM e o Parceiros Voluntários.  A cada milha que um cliente doa, a Smiles doa outra para as instituições.

“Estamos desmistificando algumas questões, para mostrar que o Smiles melhorou e isso envolve muito a integração das ferramentas de marketing”, diz Loraine. Para isso, tem atuado em três pilares: notoriedade, diálogo e conversão.  O objetivo é mostrar aos que já eram clientes que a empresa está mais abrangente que a Gol e o setor aéreo e apresentá-la para os que não são ainda.

A divisão do orçamento de marketing da empresa ano passado era 75% off-line e 45% para o digital. Mas a expectativa já para este ano é que se equiparem em 50%-50%. O que também faz parte da estratégia de atingir um público a partir de 19 anos de idade.  Para o segundo semestre, a Smiles pretende, inclusive, lançar um canal no YouTube.

No que diz respeito às parcerias, a mais recente é com o portal “Viajo, logo existo”. O casal Rachel e Leonardo Spencer passa a ser embaixador da marca, que patrocinará a expedição que eles farão em 2018. Para a diretora de marketing da Smiles, por meio de conteúdos explicativos ao público e associados às belas viagens que a dupla faz (eles têm o portal há cinco anos) é mais fácil mostrar as vantagens de viajar com milhas e concretizar os sonhos de viagem. Os conteúdos que o casal produzir estarão acessíveis nas mídias sociais da Smiles e no Smiles em Dica, um guia informativo para os viajantes.

No mercado há 20 anos, a Smiles tem 13,7 milhões de participantes. A Gol continua acionista majoritária, com 54% da empresa, mas hoje a empresa tem parcerias também com Delta Air Lines, Air France, KLM, Qatar Airways, Aerolíneas Argentinas, Etihad Airways, TAP, Alitalia, Copa Airlines, Korean Air, Air Canada, Aeroméxico e Emirates, que juntas voam para mais de 800 destinos ​ em mais de 160 países. Também são parceiros os maiores bancos do País, administradoras de cartão de crédito, hotéis, locadoras de carro e redes de varejo, entre outras empresas. Em todos os casos, no entanto, o foco final das parcerias recai em promoção de viagens.

Artigo original aqui.

douglasgarcia96

Leave a Reply

Se inscreva para receber nossas novidades.
%d bloggers like this: