2020: as tendências do setor hoteleiro para década

07/02/20

O segmento de hotelaria tem ótimas perspectivas para o ano de 2020. Uma pesquisa realizada em outubro de 2019 pelo Ministério do Turismo com empresas do setor apontou otimismo para os próximos seis meses no Brasil. Entre as informações, 57,5% dos empresários confirmaram a pretensão de manter o número de funcionários e 25,7% esperam abrir novas vagas de trabalho. Além disso, 46,4% preveem aumento no faturamento da empresa e 43,6% projetam crescimento na demanda pelos serviços ofertados.

A pesquisa mostra que a região Norte e a Centro-Oeste estão especialmente confiantes: 79,8% dos donos de hotéis das duas regiões afirmaram que pretendem investir em seus negócios. Já na região Sul, 71,2% responderam positivamente, no Nordeste 70,1% e, no Sudeste, 55,7%. 

Para poder investir, é essencial saber no que apostar e o que se deve evitar para não entrar em ciladas. Por isso, é preciso estar atento às tendências para o setor na próxima década. Quer saber como? Confira abaixo algumas dicas:

Michael Buble Check GIF by bubly - Find & Share on GIPHY

Tecnologias seguem transformando o setor

As tecnologias digitais revolucionaram o setor hoteleiro nos últimos 20 anos e devem continuar transformando o mercado na próxima década. Uma novidade para ficar atento são os chatbots – uma caixa de troca de mensagens automatizadas capazes de atender o seu cliente em tempo real, resolvendo dúvidas previsíveis e solucionar problemas. É uma ótima ferramenta para colocar no site do hotel e agilizar o atendimento ao cliente.

Outra tecnologia tendência é a realidade virtual. Através dela, o hotel pode fazer com que o cliente tenha uma experiência de imersão no estabelecimento à distância, explorando o estabelecimento remotamente. Você irá encantar o cliente e mostrar que está atento às novas tecnologias. Ponto positivo! 

O viajante quer experiência

Em 2017, a Eventbrite mostrou que 78% dos millennials – aqueles que nasceram entre 1981 e 1996 – escolhem gastar dinheiro com experiências em vez de objetos materiais. Outra pesquisa, feita pela Expedia Brasil, mostrou que 74% dos jovens brasileiros optam por uma viagem autêntica e cultural. 

Ou seja, o tempo, dinheiro e energia será investido mais em atividades diferentes e menos em quartos de luxo. Claro que ninguém vai deixar o conforto de lado, mas é possível oferecer uma experiência exclusiva e diferente para o hóspede, certo? 

Seguindo esta lógica, a hospedagem de nicho também devem crescer. É preciso entender quem é o seu cliente,o que motiva a viagem dele para este destino e como você pode facilitar e agregar na experiência. 

Reservas diretas devem aumentar

De acordo com o Independent Lodging Market, os hotéis vão dedicar mais tempo, dinheiro e esforços ao desenvolvimento da consciência de marca e à fidelidade para aumentar as reservas diretas. Para conseguir reservas diretas, o seu site precisa ter um bom design e possuir um motor de reserva de qualidade, otimizando a experiência do usuário. Além disso, é preciso incluir o seu negócio em ferramentas de metabusca – sistema que mostra produtos e serviços similares, comparando por preço e outros detalhes. Isso aumenta a sua visibilidade e o alcance de mercado online. O cliente precisa querer comprar direto com você! 

A sustentabilidade é cada vez mais relevante

Estamos em 2020 e as pessoas estão de olho no desperdício de alimentos, uso excessivo de plásticos, economia de água e instalação de energia limpa. A sustentabilidade é positiva para o planeta e para o negócio! Conforme a Cognizant, empresa de tecnologia da informação americana, os hóspedes estão dispostos a usar as toalhas mais de uma vez e solicitar menos trocas de roupa de cama.

Com certeza, o cliente bem informado irá valorizar as atitudes de um hotel que protege o meio ambiente e irá recomendá-lo pelas ações. Benefício para todos os lados.  

Gostou do nosso conteúdo sobre as tendências do setor hoteleiro para a próxima década? Siga acompanhando nossos posts e deixe o seu comentário!

Apple Yes GIF by TAG24 - Find & Share on GIPHY

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.