Apps e Site Mobile: a experiência do consumidor é que conta.

 Apps e Site Mobile: a experiência do consumidor é que conta.

A jornada de compra pelo mobile é cheia de reviravoltas. Com os consumidores encantados com a emoção da caça, a pesquisa se tornou mais importante do que nunca. Pesquisando os melhores produtos e ofertas, as pessoas alternam entre aplicativos e sites em dispositivos móveis antes de tomar uma decisão final. Esse novo comportamento do consumidor exige um esforço conjunto entre as equipes de aplicativos e da sites mobile, pois os compradores esperam experiências de pesquisa sem atritos e pontos de venda perfeitos.
No entanto, muitas organizações ainda separam essas equipes, resultando em experiências de usuário fragmentadas. Se isso descreve sua organização, veja três razões pelas quais você pode querer garantir que suas equipes de marketing mobile estejam colaborando no futuro.

1 – As pessoas usam aplicativos e sites no celular de forma alternada.

As fronteiras entre sites e apps continuam pouco claras. Em média, uma compra através do mobile tem pelo menos seis visitas a um aplicativo e/ou site mobile. 
A pesquisa desenvolvida pelo Google, conversou com uma pessoa que passou por oito etapas, usando sites e aplicativos para mobile ao reservar viagens para uma próxima conferência: “Só preciso ter certeza de que estou obtendo o melhor valor, o melhor negócio. Isso me dá paz de espírito, verificação, sabendo que estou fazendo economia”.
46% das compras através do mobile incluem pelo menos uma transição entre o site para dispositivos móveis e o app.

É importante entender como as pessoas estão interagindo com as duas plataformas. Estejam elas usando um aplicativo para economizar com cupons ou navegando em sites mobile para fazer um levantamento de preços, os compradores encontram valor em ambos. Por isso é importante gastar tempo com as informações do usuário e análises do site para adaptar a experiência sempre que possível.

2 – As pessoas mudam de sites mobile para aplicativos porque eles são mais fáceis de usar

Os usuários buscam experiências mais rápidas e perfeitas no celular, especialmente ao navegar, pesquisar ou comprar. Aprendemos que as pessoas mudam de um site no mobile para um aplicativo porque percebem que o app é mais fácil de navegar (47%) , para fazer uma compra (40%) ou porque economiza tempo no processo de checkout (37%).
As três principais razões pelas quais as pessoas mudam de um site mobile para um aplicativo ao navegar, pesquisar ou comprar:

“Para mim, os aplicativos são quase como um botão de discagem rápida”, disse uma pessoa à pesquisa do Google. “Eles são feitos para coisas realmente regulares. Eles são como um console, e você só quer um certo número de coisas no seu console e quer saber quais são.”

No entanto, um aplicativo precisa ser útil e muito confiável para que ele ocupe um espaço precioso em um telefone. “Eu tenho que realmente precisar do app para ter ele baixado”, disse outra pessoa. “É preciso que ele torne a minha vida mais fácil de alguma forma,  e geralmente, precisarei ter ouvido outra pessoa falar dele.”
As equipes que trabalham diretamente com os sites mobile e os aplicativos das marcas precisam trabalhar juntas para fornecer experiências consistentes e perfeitas para os usuários evitarem o abandono. É preciso estar atento e e entender exatamente por que os usuários estão alternando entre as plataformas para que você possa resolver as lacunas na experiência.

3 – As pessoas mudam de apps para sites mobile porque eles são mais úteis no acesso à informação


Assim como nos apps, os consumidores também buscam experiências sem complicações em sites mobile. Na verdade, eles esperam que eles sejam tão fáceis de usar quanto os aplicativos.
“Os sites estão ficando muito melhores em nossos telefones”, explicou uma usuária. “Quando você entra em um site, eles perguntam se você quer mudar para a versão para celular, e se você fizer isso, é praticamente como um aplicativo. Mas precisa ser muito bom e completo para se fazer compras, caso contrário, prefiro ir a outro lugar para obter mais informações. ”

Se um site para celular for tão fácil de usar quanto um aplicativo, os usuários não poderão ser obrigados a usar as duas plataformas. “Se eu estou comprando um item online, não uso o aplicativo porque acho que o site é bom o suficiente. Não há necessidade de baixar o aplicativo ”, disse outra pessoa.

Em alguns casos, as pessoas mudam de um aplicativo para celular para um site mobile ao navegar, pesquisar ou comprar. As três principais razões pelas quais isso acontece é porque querem ir diretamente para a fonte (40%); eles estão mais familiarizados com o site para dispositivos móveis (38%) ou eles querem ampliar sua pesquisa (38%).

As três principais razões pelas quais as pessoas mudam de um aplicativo para um site mobile quando navegam, pesquisam ou compram:

Para àquelas marcas que debatem se é necessário investir em um aplicativo, devem primeiro avaliar se a experiência do site mobile pode atender às demandas de seus clientes. Se um cliente conseguir o que deseja de maneira rápida e fácil e puder criar um relacionamento positivo com a marca por meio de seu site, talvez não seja necessário usar um app.
 
Artigo original: Think With Google
 

douglasgarcia96

Deixe uma resposta

Se inscreva para receber nossas novidades.
%d blogueiros gostam disto: